Título do TCC:

Ureia e nitrato de amônio aplicadas no tomateiro via fertirrigação


Autores:

Fernando Gonçalves


Orientadores:

Leandro Hahn


Assunto:

Nutrição mineral, Fontes de nitrogênio, Solanun lycopersicum Mill, Arendell


Resumo:

A nutrição mineral é um dos principais fatores limitantes, tanto de produtividade quanto de qualidade de frutos. Entre os principais nutrientes, destaca-se o nitrogênio (N), responsável pela alta produtividade no tomateiro. O objetivo desse trabalho foi avaliar a produtividade do tomateiro fertirrigado com diferentes fontes de N. O experimento foi realizado em propriedade rural no interior de Lebon Régis, na safra 2017/2018, com o híbrido Arendell. Os tratamentos constaram da combinação de ureia e nitrato de amônio: 100% ureia; 100% nitrato de amônia; 50% ureia e 50% nitrato de amônia; 67% ureia e 33% nitrato de amônia; 33% ureia e 67% nitrato de amônia, totalizado cinco tratamentos. Aplicou-se o equivalente a 400 kg/ha de N, de acordo com a recomendação da Epagri. O N foi aplicado via fertirrigação semanalmente. Os tratamentos foram distribuídos num delineamento em blocos ao acaso com quatro repetições, em uma área uniforme da lavoura. Avaliou-se a produção comercial e total de frutos e determinou-se a massa média dos frutos em colheitas realizadas duas vezes na semana. Não se verificou diferenças significativas entre os tratamentos na produção comercial e total de frutos, bem como na incidência de distúrbios fisiológicos e massa média de frutos. Na avaliação de custos, o uso exclusivo de ureia foi o tratamento com maior viabilidade econômica. Conclui-se que o produtor pode reduzir o custo de produção de tomate pela utilização da ureia, exclusivamente, ou em diferentes combinações com nitrato de amônio


PDF:
Download

Indexado em: setembro 1, 2021
Cursos Associados: Agronomia
Tags Associadas: Nenhuma Tag associada a publicação