Título do TCC:

Preparação de corpos: uma abordagem psicossocial de agentes funerários


Autores:

Leilane Fávero


Orientadores:

Clayton Luiz Zanella


Assunto:

Morte, Agente funerário, Preparação de corpos


Resumo:

O presente trabalho refere-se a um estudo concernente à preparação de corpos abordando psicossocialmente os agentes funerários. A morte sempre foi alvo de discussões no decorrer dos séculos, uma vez que esta sempre esteve inerentemente presente na história humana e sempre relacionou-se com a essência do homem. Quando fala-se em morte e morrer, pressupõe-se certa compleição de tabus e medos que precisam ser superados. Trabalhar diante da morte não é uma tarefa fácil, assim como lidar todos os dias com famílias enlutadas exige paciência, compreensão e acima de tudo profissionalismo do agente funerário. A preparação de corpos, desempenhada por esses agentes utiliza várias técnicas que facilitam o preparo e a conservação do corpo para que o mesmo possa ser velado. Todo esse processo assegura aos familiares uma higiene adequada e segurança com relação aos riscos de contaminação que o corpo proporciona. Garante também, uma boa aparência à pessoa falecida. Ressalta-se que este trabalho teve como problema de pesquisa abordar quais são os aspectos psicossociais de agentes funerários que atuam na preparação de corpos e teve como objetivos identificar na literatura atual aspectos da profissão de agentes funerários e suas atividades cotidianas; analisar os motivos da escolha desta atividade e a realização profissional desses agentes; evidenciar pensamentos e sentimentos de agentes funerários envolvidos no processo de preparação de corpos e relacionar perdas de amigos e familiares que possuíam vínculo afetivo com esses agentes. Uma síntese das teorias sobre a morte, o luto, os ritos e cerimônias e as principais técnicas utilizadas pelos agentes funerários foi abordada para melhor compreensão desta atividade profissional. Como metodologia deste trabalho, optou-se por uma pesquisa bibliográfica, além de uma pesquisa de campo com a aplicação total de dezenove questionários. Posteriormente procedeu-se à análise qualiquantitativa, utilizando-se todo o aparato teórico existente na literatura, evitando-se refletir sob influências de pressupostos de uma única linha teórica. A utilização de gráficos e tabelas corroborou para melhor compilação quantitativa dos resultados e a análise qualitativa favoreceu o aprofundamento das reflexões, o que permitiu concluir que há satisfação com relação à atividade profissional desempenhada. Também, concluiu-se que os pensamentos e sentimentos dos agentes funerários não estão relacionados diretamente com o corpo e, por fim, esta atividade profissional geralmente não interfere nas relações familiares e sociais dos agentes funerários. Desta forma, ressalta-se a importância da atividade profissional realizada por esses agentes que muitas vezes passam despercebidos aos olhos da sociedade.


PDF:
Download

Indexado em: junho 29, 2021
Cursos Associados: Psicologia
Tags Associadas: Nenhuma Tag associada a publicação