Título do TCC:

Homossexualidade e prostituição: perfil psicossocial de profissionais do sexo do gênero masculino


Autores:

Pâmela Aparecida de Sá


Orientadores:

Clayton Luiz Zanella


Assunto:

Perfil psicossocial, Homossexualidade, Prostituição


Resumo:

O presente trabalho discorre sobre a homossexualidade e a prostituição. A homossexualidade pode ser influenciada por fatores de ordem biológica, psicossocial e subjetiva. O termo homossexual é definido como a preferência sexual por indivíduos do mesmo sexo, mas essa definição é vaga pelo fato que a preferência pode conotar tendência à escolha, e às vezes não estão incluídos nessa questão os fatores de ordem biológica, psicológica e cultural que podem determinar essa escolha. A homossexualidade e a prostituição são temas amplos na sociedade atual, abrangendo muitas discussões, porém é escassa a preocupação da sociedade em saber a versão pessoal desses profissionais. Nesse sentido, a figura feminina no contexto da prostituição não sofre tamanho preconceito comparado aos casos de prostituição masculina. A sociedade vê a mulher nessa profissão por vários ângulos, podendo ser uma falta de opção ou até mesmo por falta de recursos financeiros e já o homem é visto com mais preconceito pela sociedade que, por vezes, não entende se o mesmo está neste meio por opção de vida ou até mesmo por falta de recursos financeiros. Esta temática descreve o comportamento dos indivíduos, bem como sua orientação sexual e a noção de sua própria identidade, conotando aspectos psicológicos de sua personalidade, abrangendo o papel de gênero e como se percebe nesse contexto. Diante do exposto, surgiu um problema: quais são as características do perfil psicossocial de profissionais do sexo, do gênero masculino? Tendo em vista as condições acima mencionadas faz-se necessário caracterizar psicossocialmente profissionais do gênero masculino para identificar aspectos do histórico familiar e vínculos afe tivos de profissionais do sexo do gênero masculino; bem como conhecer a realidade destes profissionais no que diz respeito à profissão e as perspectivas de trabalho futuro e relacionar as motivações e os sentimentos apresentados pelos profissionais do sexo, do gênero masculino. Para a efetivação desse trabalho foi realizado por meio de pesquisa bibliográfica, com busca em livros, artigos, e revistas cientificas e meios eletrônicos. O mesmo é de natureza descritiva qualiquantitativa, utilizando-se de pesquisa de campo e entrevistas estruturadas com perguntas abertas e fechadas. A pesquisa de campo foi realizada por amostragem da população alvo, onde foram sujeitos dessa pesquisa, dez profissionais adultos do gênero masculino de idades variadas que vivenciam a prática da prostituição nas cidades de Caçador-SC, Videira-SC e Palmas-PR. A análise de dados foi feita através de gráficos e tabelas por assimilação das respostas. A descrição dos resultados foi realizada pela correlação dos dados coletados com o referencial teórico e com o problema da pesquisa. Com os resultados alcançados foi possível perceber que a opção pela profissão na prostituição, apresenta inúmeros fatores que os levaram a escolher esse modo de vida, como por influência do histórico de vida, influência de amigos, aliciamento, por opção sexual, dificuldades financeira ou até mesmo por escolha própria. Alguns dos entrevistados deixaram essa profissão relatando que não havia um bom reconhecimento e outros discorrendo que queriam vivenciar outros momentos em sua vida.


PDF:
Download

Indexado em: junho 28, 2021
Cursos Associados: Psicologia
Tags Associadas: Nenhuma Tag associada a publicação