Título do TCC:

Corpo e corporeidade na constituição da subjetividade


Autores:

Rafaela Piati Mendes


Orientadores:

Clayton Luiz Zanella


Assunto:

Corporeidade, Corpo, Subjetividade, Significado, Percepção


Resumo:

Este trabalho de pesquisa apresenta o tema “Corpo e Corporeidade na Constituição da Subjetividade”. A pesquisa baseou-se a partir das considerações da primazia de estudos da Psicanálise freudiana e lacaniana à Psicologia corporal de Reich e nas observações dos processos fenomenológicos que ocorrem na construção da corporeidade do sujeito, a partir das ideias de Merleau-Ponty. A questão norteadora da pesquisa foi extinguir a noção de separabilidade corpo e mente a favor da retomada da percepção do eu corpo. O trabalho tem como objetivo primário investigar o processo de consciência do próprio corpo desde o início da vida que corrobora a subjetividade do sujeito, a corporeidade deste corpo e o processo da integralidade corpo e subjetividade. Para a realização da pesquisa, utilizou-se o método bibliográfico, de natureza descritiva e qualitativa, evidenciando a sua relevância acadêmica, científica e social. O conhecimento produzido sobre este importante resgate pela corporeidade nos processos terapêuticos, contribui na compreensão pela perspectiva do desenvolvimento do corpo sendo alguém, enquanto identidade atribuída do eu e para a interpretação sensível da expressividade das personalidades no meio biopsicossocial e a relação consigo mesmo, bem como, para a noção das influências dos objetos externos, da relação com o mundo e do outro sobre o corpo que se é. Ao psicólogo (a) cabe ressignificar as experiências que se relacionam intimamente com o corpo em prol de debates e pesquisas para uma atuação profissional que conceba a dimensão da corporeidade produtora de sentidos e símbolos, com o compromisso de ver o corpo como produto de conhecimento do indivíduo na sua totalidade. Como principais resultados aponta-se que, a contribuição da psicanálise vem com a noção do corpo da pulsão em Freud; o corpo significante pelo outro e do gozo em Lacan e o corpo que expressa o psiquismo na relação unilateral com a mente em Reich. Já no estudo da corporeidade com a subjetividade e o fechamento em Merleau Ponty, considera-se o corpo um conceito filosófico que se manifesta em sua totalidade com a mente e na relação contínua de vivência com e no mundo.


PDF:
Download

Indexado em: outubro 21, 2021
Cursos Associados: Psicologia
Tags Associadas: Nenhuma Tag associada a publicação