Título do TCC:

Controle químico in vitro da septoriose do tomateiro


Autores:

Laísa Maindra Lima Cardozo


Orientadores:

Fernando Pereira Monteiro


Assunto:

Solanum lycopersicum, Fungo, Desfolha


Resumo:

O tomate é uma das olerícolas que são prejudicadas por um grande número de patógenos que causam moléstias severas, mesmo em condições ideais de cultivo. Dentre elas a septoriose, uma doença favorecida pela alta umidade e temperaturas moderadas, cujo agente etiológico é Septoria lycopersici. A mancha-de-septória ou septoriose ataca os órgãos aéreos do tomateiro, exceto o fruto, diminuindo a área foliar ativa e, consequentemente, prejudicando a fotossíntese e expondo os frutos à queimadura pelo sol devido a desfolha da planta. No presente trabalho objetivou-se testar o efeito de diferentes fungicidas, em suas doses recomendadas em bula, sobre o crescimento micelial e germinação de esporos de S. lycopersici. Doze fungicidas recomendados para o controle do fungo foram avaliados quanto a inibição do crescimento micelial, após 14 dias de incubação e na inibição da germinação de esporos após 48 horas da instalação do experimento. Tanto no crescimento micelial quanto na germinação de esporos o tiofanato-metílico (concentração do ingrediente ativo: 70,0 %; dose do produto comercial empregada: 70 g/100L) e azoxistrobina (50,0 %; 8 g/100L) foram os menos eficientes. O cloreto de benzalcônio (10,0 %; 250 ml/100L) apresentou controle apenas sobre a germinação de esporos. Os ingredientes ativos clorotalonil (50,0 %; 181,82 g/100L), mancozebe (80,0 %; 3 kg/1200L), difenoconazol (25,0 %; 50 ml/100L), tebuconazol (20,0 %; 1 L/1000L), óxido cuproso (56,0 g/kg; 240 g/100L), metconazol (90 g/L; 100 ml/100L), metiram + piraclostrobina (55,0 % + 50,0 %; 200 g/100L), propineb (70,0 %; 3 Kg/1000L) e fluazinam + tiofanato-metílico (375 g/kg + 375 g/kg; 1 kg/1000L) foram eficientes em inibir tanto o crescimento micelial como a germinação de esporos.


PDF:
Download

Indexado em: setembro 1, 2021
Cursos Associados: Agronomia
Tags Associadas: Nenhuma Tag associada a publicação