Título do TCC:

A importância da psicoterapia cognitivo-comportamental aliada á psicofarmacoterapia no tratamento do transtorno de pânico


Autores:

Kátia Toazza


Orientadores:

Débora Cunha de Almeida


Assunto:

Transtorno do pânico, Psicoterapia cognitivo-comportamental e psicofarmacoterapia


Resumo:

O presente trabalho faz referência à modalidade de sofrimento psíquico conhecido como transtorno de pânico que ocupa lugar nos debates contemporâneos no campo da psicopatologia. De acordo com a psiquiatria, esta doença pertence à categoria dos transtornos de ansiedade e é definida como um quadro no qual ataques de pânico recorrentes e imprevisíveis são seguidos por pelo menos um mês de preocupação sobre outro ataque e sobre as suas possíveis consequências ou uma alteração comportamental significativa a eles relacionadas. Os ataques de pânico se caracterizam por serem crises agudas, inesperadas e imprevisíveis de ansiedade com pico geralmente de dez minutos. O transtorno de pânico pode ou não ser acompanhado por agorafobia que se caracteriza por um estado de ansiedade ao estar em lugares ou situações nas quais a fuga possa ser difícil ou o socorro pode não estar disponível em caso de um ataque de pânico. As consequências do pânico podem ser devastadoras a ponto de deixar o sujeito em situação incapacitante. O tratamento do transtorno é essencial no sentido de reduzir os sofrimentos e os prejuízos associados á patologia sendo seus dois componentes principais o emprego da psicoterapia cognitivo-comportamental e da psicofarmacoterapia. O problema de pesquisa e também o objetivo geral desse trabalho foi responder a questão que visa compreender qual é a importância da psicoterapia aliada à psicofarmacoterapia no tratamento do transtorno de pânico para psicólogos e médicos que atuam na área clínica e da saúde mental no município de Caçador/ SC. Também esse trabalho teve como objetivos gerais estudar as características da patologia; compreender seu tratamento com o auxílio de psicoterapia com enfoque na abordagem cognitivo-comportamental; descrever o tratamento deste com a psicofarmacoterapia e delinear o tratamento do transtorno com a psicoterapia cognitivo-comportamental aliada à psicofarmacoterapia. A metodologia empregada na construção do trabalho foi uma pesquisa bibliográfica e uma pesquisa de campo descritiva de caráter qualiquantitativa, com aplicação de questionário estruturado contendo perguntas que contribuíram para a análise do fenômeno estudado. Os sujeitos da pesquisa foram dez psicólogos e quatro médicos que atuam na área clínica e da saúde mental na cidade de Caçador/SC. Após a compilação dos dados precedeu-se a análise dos resultados que foram expressas através de gráficos que contribuíram para o enfoque quantitativo dos resultados, além de verbalizações dos profissionais participantes da pesquisa que auxiliaram de maneira qualitativa na análise que também contou com o auxílio de recursos bibliográficos. Assim, concluiu-se que para tratar o transtorno de pânico é fundamental aliar psicoterapia cognitivo-comportamental e psicofarmacologia, pois esta terapêutica se mostra muito eficaz e contribui significativamente para a melhora clínica de pacientes.


PDF:
Download

Indexado em: junho 25, 2021
Cursos Associados: Psicologia
Tags Associadas: Nenhuma Tag associada a publicação