Título do TCC:

A elaboração de um protocolo de enfermagem de acompanhamento de úlceras de pressão em pacientes de risco


Autores:

Edson de Oliveira Matos, Adilson Martins Fruhauf


Orientadores:

Patrícia de Faria


Assunto:

Úlcera pressão, Curativo, Protocolo, Enfermeiro


Resumo:

Este trabalho apresenta um estudo bibliográfico com a finalidade de melhorar o conhecimento e identificar os cuidados necessários para acompanhar um curativo com qualidade em paciente com úlceras de pressão e elaboração de um protocolo de enfermagem para o acompanhamento em pacientes de risco, o qual será de grande importância para os profissionais enfermeiros(as), pois através deste será possível realizar a avaliação de úlceras. O resultado deste trabalho será percebido na conquista do espaço multiprofissional pelo enfermeiro, e possibilitará o reconhecimento de outros profissionais, tendo em vista a evolução cicatricial de úlcera. Ulcera de pressão é conceituada como uma lesão localizada na pele provocada pela interrupção do fornecimento de sangue para área tecidual, geralmente provocada por pressão, cisalhamento, fricção ou uma combinação das três. A história do desenvolvimento da úlcera de pressão é muito antiga, conhecida há séculos, porém até os dias de hoje, a úlcera de pressão ainda é uma problemática nas instituições hospitalares, principalmente em unidades de terapia intensiva, onde os clientes encontram-se acamados por um longo período e são acometidos por uma doença de base, muitas vezes irreversível. O enfermeiro tem como função principal e primordial, prevenir as úlceras de pressão. Vimos à necessidade de uma avaliação mais fidedigna destes clientes durante a internação e no domicílio. O conhecimento das fases evolutivas do processo fisiológico cicatricial é fundamental para o tratamento adequado de uma úlcera. As úlceras podem ser classificadas sob diversos parâmetros, que auxiliam no diagnóstico, evolução e definição do tipo de tratamento, tais como: quanto ao diagnóstico etiológico: definição da origem da úlcera, quanto à causa da úlcera, quanto à morfologia: descrição quanto o local, dimensão e profundidade, quanto ao grau de contaminação: limpa, contaminada ou infectada. Quanto à fase de evolução cicatricial: A reparação tecidual, a liberação de mediadores ocorre em forma de cascata, atraindo estruturas para a periferia da região traumatizada.


PDF:
Download

Indexado em: junho 18, 2021
Cursos Associados: Enfermagem
Tags Associadas: Nenhuma Tag associada a publicação