Título da Dissertação:

UTILIZAÇÃO DE METODOLOGIAS ATIVAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DOS CURSOS DE SAÚDE DA UNIGUAÇU


Autores:

LUANA OTTO


Orientadores:

André Trevisan


Palavras-Chave:

1Metodologias ativas. 2. Ensino Superior. 3.Docentes. I. Trevisan, André. II TITULO.


Resumo:

O método de ensino, ultimamente muito abordado, chamado Metodologia Ativa (MA) explana o conhecimento para instigar os alunos a participarem de forma íntegra para obter máximo desempenho de informações durante seu período acadêmico, desenvolvendo senso crítico, resolutivo, investigativo e conclusivo, baseado em fatores evidenciais do cotidiano profissional, afim de preparar o aluno pra sua trajetória de trabalho no dia a dia. O intuito de levar um conteúdo teórico/prático para o acadêmico, expõem-se de forma a nivelar um grupo de aprendizado de maneira a enfatizar o relacionamento de conhecimento entre os mesmos e a quebra de paradigmas que irão se deparar em situações realistas de seu cotidiano. A presente pesquisa trata-se de um levantamento de dados qualiquantitativo, análise documental e pesquisa de campo (questionário) de caráter exploratório descritivo. O objetivo foi realizar um diagnóstico da percepção dos docentes da área de saúde da UNIGUAÇU em relação as metodologias ativas na docência do ensino superior. Para isso, foi preciso examinar as opiniões, conhecimentos e atitudes sobre as metodologias ativas dos docentes. A amostragem foi probabilística, aplicado a todos os professores que fazem parte do corpo docente da área de saúde da UNIGUAÇU. O questionário foi do tipo survey da obra de Ferreira (2017) adaptado pela autora da pesquisa, encaminhado on-line através da plataforma google forms. Na primeira etapa as questões versavam sobre o perfil dos docentes participantes do estudo, na segunda, as perguntas tratavam de questões relacionadas as metodologias ativas. A fim de auxiliar na compreensão e interpretação dos dados coletados, os mesmos foram apurados, organizados e analisados em uma estatística através da análise de conteúdo. Como resultado da pesquisa pode-se traçar um perfil dos professores dos cursos de saúde da Uniguaçu, os quais em sua maioria são do gênero feminino, acima de 31 anos de idade, que trabalham a mais de 5 anos na instituição, muitos acima de 10 anos. Em sua maioria, concluíram suas graduações de 2001 em diante e trabalham em média de 9 a 30 horas semanais no Ensino Superior. 94,6% dos professores tinham conhecimento sobre o conceito de metodologias ativas e seus tipos, 97,3% dos professores utilizam ou já utilizaram as metodologias em suas aulas, 86,5% utiliza em mais de 4 aulas no semestre, isso mostra que os professores da Uniguaçu, já estão se adequando as mudanças no ensino e aprendizagem. As metodologias que mais utilizam em sala de aula, são: APB, TIC, Simulação, Problematização e processos grupais. Existem dificuldades para aplicar as MAs por 54,1% dos professores da Uniguaçu, as quais foram destacadas: as dificuldades de utilização na disciplina e pouco tempo para preparação do método. Assim concluindo que precisamos além de tudo de um nivelamento tanto da parte acadêmica e principalmente da parte docente sobre transição e abordagem da MA na instituição, uma vez que ela obtém ótimos resultados na aprendizagem. Palavras-chave: Metodologias ativas. Docentes. Ensino superior.


Abstract:

Não Informado


Ano:

2020


Páginas:

Não Informado


https://acervo.uniarp.edu.br/?p=944
PDF:
Download

Indexado em: maio 26, 2021
Cursos Associados: Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento e Sociedade
Tags Associadas: Nenhuma Tag associada a publicação