Título da Dissertação:

APRENDIZAGEM MATEMÁTICA NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL: DIAGNÓSTICO E INTERVENÇÃO EVIDENCIANDO A SEQUÊNCIA DIDÁTICA COM APOIO DA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS


Autores:

JOSÉ LUCAS NUNES DE LIMA


Orientadores:

ANDRÉ TREVISAN


Palavras-Chave:

1. Aprendizagem Matemática – alunos - professores. 2. Problemas - práticas pedagógicas. 3. Sequência didática. I. Trevisan, André. II. TITULO.


Resumo:

Esta dissertação aborda a aprendizagem matemática na Escola Municipal de Educação Básica Gleidis Rodrigues, relatando a intervenção realizada com alunos 5º ano do Ensino Fundamental através de resolução de problemas. No dia a dia a matemática é vista como a disciplina responsável pelo insucesso escolar dos alunos desta escola, o que torna odiosa para muitos estudantes. Mas admite-se que não é possível pensar na vida sem a matemática tanto quanto pensar na escola sem ela, na medida em que os seus conceitos estão diretos ou indiretamente encarnados no cotidiano de todos os cidadãos. A proposta deste estudo é entender, através de um diagnóstico, o porquê os alunos encontram tantas dificuldades em interpretar e fazer uso dos conceitos matemáticos, para, em seguida, realizar uma intervenção e encontrar caminhos pedagógicos que ajudem a formular os conceitos matemáticos e que os mesmos sejam compreendidos e aplicados como decorrência do ensino. Para tanto, foi elaborada uma revisão em estudos precedentes sobre os elementos teóricos envolvidos no tema Aprendizagem Matemática, Diagnóstico, Intervenção Evidenciando a Sequência Didática com apoio da Resolução e Problemas. A metodologia foi um diagnóstico das notas dos alunos na disciplina de matemática no ano de 2017 comparado com as outras disciplinas para saber o nível de desempenho deles em matemática e uma entrevista com os professores de 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental para uma análise e um aprofundamento das práticas pedagógicas no ensino da matemática por meio de um roteiro de entrevistas com os professores dos anos iniciais da Escola Municipal de Educação Básica Gleidis Rodrigues. Os sujeitos envolvidos foram 26 pessoas, sendo cinco professores e vinte e um alunos. O trabalho trata-se de uma pesquisa-ação com abordagem qualitativa ao referir-se nas respostas dos professores e intervenção com a sequência didática aos alunos, também é classificada como quantitativa ao relatar o diagnóstico dos alunos por meio de gráficos de pesquisa exploratória. Os dados coletados dos alunos e dos professores revelou a necessidade de planejar e aplicar uma sequência didática envolvendo resolução de problemas no sentido de ajudar os alunos em suas dificuldades. Com a sequência didática aplicada o objetivo principal foi alcançado, uma que vez que os estudantes conseguiram realizar as atividades de maneira satisfatória e reflexiva quanto aos conceitos, bem como compreenderam, questionaram e discutiram os conteúdos trabalhados. Com esse método percebeu-se que fica mais fácil o trabalho do professor na resolução de problemas e pode contribuir para melhorar o ensino e aprendizagem da matemática, sobretudo, quando desenvolvida seguindo as orientações de ensino através da resolução de problemas. Desse modo, espera-se que esta sequência didática contribua para a discussão e promoção de sequências de atividades que visam melhorar o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes, de modo que outros professores de matemática possam utilizar como sugestão em suas práticas. Palavras-chave: aprendizagem matemática; práticas pedagógicas; sequência didática.


Abstract:

Não Informado


Ano:

2019


Páginas:

Não Informado


https://acervo.uniarp.edu.br/?p=970
PDF:
Download

Indexado em: maio 26, 2021
Cursos Associados: Mestrado Profissional em Educação Básica
Tags Associadas: Nenhuma Tag associada a publicação