Título do Artigo:

Luz intensa pulsada no tratamento de melanoses


Autores:

Beatriz Naffin


Assunto:

Pele, Melanoses, Luz intensa pulsada


Resumo:

A pele é considerada como o maior órgão do corpo humano. É formada por 03 camadas: epiderme, derme e hipoderme. Dentre inúmeras funções a pele confere proteção ao organismo contra vários fatores de risco, como por exemplo, a proteção contra raios ultravioletas. A exposição à luz solar, mais precisamente aos raios UVA causam uma hiperpigmentação direta na pele, gerando assim algumas manchas denominadas melanoses. As melanoses solares são manchas escuras, de coloração castanha a marrom, geralmente pequenas, mas que podem chegar a alguns centímetros de diâmetro. Elas surgem apenas nas áreas que ficam muito expostas ao sol, como a face, o dorso das mãos e dos braços, o colo e o ombro. A Luz Intensa Pulsada (LIP) é uma fonte de energia luminosa multifuncional. Trata a pele sem causar lesões aparentes, é utilizada não apenas para melanoses, mas também para outros tipos de manchas, cicatrizes, olheiras, entre outros. No tratamento de melanoses solares, a Luz Intensa Pulsada age sobre o pigmento escuro, eliminando as manchas superficiais, logo após a sessão, as manchas escurecem, como se tivessem sido queimadas. Ocorre então a formação de uma crosta no local da aplicação, que se desprende da pele em 7 a 10 dias, deixando uma superfície rosada (característica de uma pele recém-formada).


PDF:
Download

Indexado em: outubro 22, 2021
Cursos Associados: Tecnologia em Estética e Cosmética
Tags Associadas: Nenhuma Tag associada a publicação